quarta-feira, 15 de outubro de 2008

Laranja Choque

Agora estou aqui

quarta-feira, 28 de maio de 2008

O Grande J - 14ª Edição (Maio)


(Clique na imagem para fazer download do jornal)

Compasso Político

Por norma não acredito muito em testes, mas é sempre interessante e curioso. Deixo aqui um teste em inglês - bastante acessivel, para quem não está à vontade na língua de Shakespeare - sobre o espaço político que ocupas.
O meu resultado até foi estranho...



via Máquina de lavar

sábado, 24 de maio de 2008

Prova de Civismo

Hoje, um largo grupo de portugueses decidiu manifestar-se no Porto contra a introdução de portagens em três SCUT. Poderão dizer que não é nada de mais, para mim tratou-se de uma prova de civismo e de interesse pelo bem de uma região e de um país.

As acções de protesto normalmente são convocadas para dias de semana, esta foi num sábado, o que revela ainda maior entrega à causa. Também, porque o país está todo babado para o que se passa em Viseu, para o novo treinador do Benfica e para as sempre fantásticas novelas...

O protesto foi pacífico, fez chegar a mensagem e foi alheio a quaisquer movimento político o que é sempre de enaltecer.

sábado, 17 de maio de 2008

Pac Mania

Não se trata do famoso jogo que fez furor no ínicio dos jogos electrónicos, mas sim da Política Agrícola Comum.

Os problemas actuais que a agricultura enfrente demonstra que durante décadas não se previu, nem se preveniu da melhor forma. Foram anos em que a imposição de quotas e a destruição de excedentes abriam noticiários e enchiam as primeiras páginas da imprensa, hoje é o aumento dos preços injustificado que assola o agricultor e o consumidor e a inobservância de uma política de crise.

A subida de preço não se justifica apenas pelo aumento da classe média chinesa, indiana e brasileira, vai muito, além disto, trata-se do fenómeno especulativo e do negligencia das políticas agrícolas.

Voltando ao famoso jogo, lembram-se que o Pac tanto podia comer, como ser comido, veremos o que será do futuro da PAC.

quarta-feira, 14 de maio de 2008

Honestere Vivere

Agora podem encontrar-me em :

www.honesterevivere.blogspot.com

Conto, com a vossa presença.

domingo, 11 de maio de 2008

A Fome de Poder

As ditaduras ao longo de toda a História da Humanidade demonstraram-se mais interessadas em liquidar a sua fome de poder do que a fome e as carências dos povos que suportavam regimes autoritários. Se o povo é a legitimação prioritária de qualquer regime, o regime independentemente da forma deve ser o primeiro a interessar-se pelas condições do seu povo.

As notícias de que os governos e as organizações não governamentais estavam a ter grandes em fazer chegar a Myanmar - antiga Birmânia - ajuda humanitária devido a receios da junta de militar da entrada de jornalistas e possíveis fugas de informação ou implementação de ideologias através da ajuda humanitária chocaram o mundo pela crueldade em que o poder rejeitava ajuda enquanto via o seu povo dilacerado. Contudo, a notícia de que o regime colocou nomes de generais do regime nas caixas de organizações humanitárias de forma a fazer propaganda ao regime é absurda de mais para o mundo ficar chocado, trata-se de um paradoxo que leva o elementar cidadão pensar sobre as formas de regime e a realização plena do bem para o povo.

Felizmente a ajuda internacional não deixam de chegar a Myanmar, pela muita coragem dos que a fazem lá chegar, pois a pressão do regime, a propaganda ilegítima do regime em bens que não tiveram desde o ínicio uma única forma de abertura do regime para a ajuda chegar às populações e a possibilidade de muitos bens não poderem chegar às populações afectadas, mas sim às mesas de banquete dos generais do regime poderiam levar a uma desistência da ajuda. Por isso que quando se fala em crueldade no mundo actual defendo que nunca na História o Homem importou-se tanto com o seu semelhante do que actualmente.

sábado, 10 de maio de 2008

Mais...



Publicado por Henrique Monteiro in henricartoon.blogs.sapo.pt

A ponta do iceberg

A liga concluiu o processo Apito Final, aplicando sanções várias, a clubes, dirigentes e árbirtros. O Boavista desce de divisão e João Loureiro é suspenso 4 anos. João Bartolomeu, presidente do Leiria, é suspenso um ano, e são retirados 3 pontos à União de Leiria. Pinto da Costa suspenso 2 anos e retirados 6 pontos ao Porto.

Passa a ser um facto. Existe corrupção no futebol português e estão identificados os corruptos. Contudo, só o Porto, assume a corrupção e não recorre. Sim, não recorrer é assumir-se a culpa. Acho indecente como é que, com " toda a lata do mundo ", o Presidente do Porto diz que não recorre porque o Porto não precisa dos 6 pontos agora e precisaria para o ano. Se tivesse apenas com mais 4 pontos que o segundo classificado já recorria, como está a 20 não recorre. Que prova cabal de como não se deve estar no futebol e na vida.

Lamento, que a investigação não tenha sido extendida aos anos do pentacampeonato e às viagens do Sr.Calheiros.

Destaque-se, pela positiva, a intervenção da Liga. Só é pena os regulamentos não permitirem a retirada dos 6 pontos para a próxima época. Assim, fica quase tudo na mesma.

Destaque-se pela negativa o péssimo serviço que o jornal " O JOGO " presta. Quase que é um jornal oficial do Porto. A Bola e o Record fazem manchete, como seria de esperar, com este caso. É um ponto histórico para o futebol em Portugal. O Jogo, não reserva nem um quadradinho milimétrico na sua capa para o caso que é toda ocupada com a venda de um jogador do Porto. Faz impressão.

segunda-feira, 5 de maio de 2008

Web Directas

Não sou militante, mas gosto de estar informado. Estão lançados os três sites das candidaturas que no entendimento da generalidade dos comentadores são os possíveis vencedores.

Passos Coelho - O primeiro no ar, grafismo agradável e completo em conteúdos.

Pedro Santana Lopes - Apartir das 18 horas de amanhã.

Manuela Ferreira Leite - Disponível daqui a pouco apartir da meia-noite.

Ficam lançados os dados, não se esqueçam de adicionar aos favoritos.

domingo, 4 de maio de 2008

Factos

Depois de uma troca de ideias, no blogue amigo, PSICOLARANJA, sobre o impacto do mesmo, resolvi investigar. Eis os resultados:

Transcrevo parte do comentário que lá deixei :

"Acho que um blogue pode ser bom, mesmo sendo visitado por poucas pessoas. Considero este blogue, um blogue de amigos, quase que um fórum entre amigos. Mas o conteúdo dos post's e a qualidade das discussões são indesmentíveis e tornam este blogue um dos mais representativos da JSD. Mantenho isso.

É por outro lado dos blogues mais publicitados, em actividades e tertúlias, pelo que compara-lo com a maioria dos blogues que se cingem à Blogosfera não é muito correcto, porque este parte em vantagem. Mas adiante, vamos aos números.

Avaliei o impacto do blogue, seguindo três itens e baseando-me nos números avançados pelo Nélson. Comentários, Visitas e Visitantes.

Começando pelos comentários:

Analiso a percentagem de comentários que provém dos autores do blogue.

Post do Dia da Mãe - 73%
Há esperança - 92%
Apatologia - 80%
Dias e Dias - 82%

Escolhi os quatro post's mais recentes em que eu não comentei. Para que fosse aleatório. Pelos vistos, neste item não me enganei muito nos números que avancei e que chocaram o Paulo. Uma amostra elucidativa. Mas vamos aos números avançados pelo Nélson - 14000 visitas em 3 meses e meio, ou seja 105 dias.

Convém dizer, que o número de visitas conta pouco. Basta o Nélson e Eu, como acredito que tenha acontecido, entrarmos 30 vezes por dia no blogue, e tem 60 visitas. Se um de vós estiver o dia todo a entrar e a sair são o blogue com mais visitas da blogosfera. Mas adiante

14.000 visitas em 105 dias. Vejamos outros dois blogues de impacto. Um muito consolidado um muito recente.

4R- Calculando com base na média desta semana, em 105 dias, 61450 visitas.

Câmara de Comuns - Pela média do primeiro mês de vida, 70000 visitas num mês.

E mesmo comparando com blogues pequeninos, pouco publicitados, e assumo humildemente, pouco relevantes, analisando tem 14.000 contra 6.000. Nada de muito impressionante.

Quanto aos visitantes - 3000 em 105 dias diz o Nélson. Dá 29 por dia. Excluindo os 14 autores(excluo o PsicoConvidado e o Fred), tem 15 visitantes por dia. Analisemos outros blogues:

Alta Voz - Baseando-me só na média desta semana, uma das piores de sempre, tivemos 18 visitantes por dia - 6 autores ( alguns sem internet, mas enfim) dá 12 por dia. Apenas menos três que o PsicoLaranja.

Quarta República - 506 visitantes menos os 10 autores 496 visitantes.

Inconcreto - Um blogue de um único autor, ligado aos Açores. 45 visitantes por dia, em média.

Com isto não quero, dizer que o Blogue não tem qualidade. Apenas não tem o impacto que alguns evocam. É bom termos os pés assentes na terra, termos consciência das nossas limitações para podermos crescer.

quinta-feira, 1 de maio de 2008

terça-feira, 29 de abril de 2008

Mais uma!

Mais um ponto do programa eleitoral, que a JSD/Moscavide concretiza. Os últimos dois meses foram repletos de actividade, com duas edições de O Grande Jota, um debate sobre a legalização da prostituição, o lançamento do guia do voluntário jovem e agora o lançamento de um documento sobre os produtos naturais, agricultura biológica, abordando áreas de relevante interesse como é o ambiente e a agricultura.

Mais uma vez, tivemos em conta três vectores essenciais : Desde logo a abrangência das nossas propostas, que não se devem cingir aos temas, muito importantes, mas recorrentes que são sucessivamente as bandeiras da nossa Juventude Partidária. Queremos tocar em vários pontos relevantes para a nossa sociedade e para os jovens e não apenas nas bandeiras e lutas de sempre. Por outro lado, numa perspectiva de abertura da secção aos jovens, previligiando a formação e a cedência de informação a todos e não apenas as tertúlias entre militantes e simpatizantes da Juventude Social Democrata. Por último, a distribuição de tarefas, do ponto de vista interno, da forma mais alargada possível, porque consideramos que a formação política é feita no dia a dia, na vivência de secção em cada semana de trabalho político e não apenas em eventos sazonais, que ainda que revistam grande importância são apenas um estimulo para a formação, e não a formação em si mesma.

Fizemos actividades de solidariedade, como a recolha de brinquedos e de roupas e o guia do voluntário. Actividades relacionadas com o ambiente, como o debate sobre o aquecimento global e este documento sobre agricultura biológica. Actividades relacionadas com a saúde, como o debate sobre o aborto, o debate sobre as drogas leves e o debate sobre a prostituição. Actividade sobre os meios de informação e os jovens, com o célebre debate com a presença do actor Pedro Granger, o apresentador Reginaldo de Almeida e a Dra.Suzana Toscano, na equipa do Sr.Presidente da República. Lançámos o orgão de informação mais completo da JSD a nível nacional, que é o Grande Jota. Visitámos escolas e apoiámos todas as iniciativas ao nível do associativismo juvenil que nso forma solicitadas pelos jovens da nossa área de secção. Apresentamos o site, que está em remodelação, para ficar ainda melhor. E ainda não ficámos por aqui.

Até ao fim do mandato, contamos apresentar mais duas supresas, que revelo no momento oportuno e uma que posso revelar já : O próximo documento que vamos lançar, esse da minha autoria, será sobre Crescimento Económico e Produtividade.

Não nos resignamos ao afastamento dos jovens em relação à política e procuramos, diariamente, inverter esse ciclo. Estamos empenhados em Ganhar o Futuro e Ganhar uma Geração como nos propusemos no início do nosso mandato.

O documento sobre os produtos artificias, aqui : http://www.mediafire.com/?4dy1udx9zm2